Gastronomix levará barraquinhas de comida, cervejas e loja de utensílios ao MON

Pratos custarão entre R$ 10 e R$ 20 na feira, que é parte do Festival de Teatro de Curitiba. Evento será realizado nos dias 28 e 29 de março


Uma completa experiência gastronômica é o mote da nova edição do Gastronomix, feira ligada ao Festival de Teatro de Curitiba, que já tem data e atrações definidas. O evento será realizado nos dias 28 e 29 de março, no saguão do Museu Oscar Niemeyer. Além das tradicionais barracas com pratos oferecidos por chefs do Brasil todo, o evento terá aulas-show e, como novidades, espaço para degustação de bebidas variadas (cafés especiais, cervejas artesanais, drinques e cachaças) e loja de utensílios de cozinha.

No line-up, destaque para nomes como Kátia Barbosa, que comanda o Aconchego Carioca (com unidades no Rio de Janeiro e em São Paulo) e o Comedoria, um dos bares mais cultuados na capital fluminense. Edinho Engel (Amado-BA), Beth Beltrão (Virada’s do Lago-MG), Wanderson Medeiros (Picuí-AL), Laís Duo (Via Emilia Piadineria-SP) e Bruno Cabral (Mestre Queijeiro-SP) completam o forte time da edição. Os craques locais Rodrigo Martins (Terra Madre, C La Vie, Olivença, Vino!), Ivo Lopes (La Varenne) e Ivan Lopes (Mukeka) também estão convocados. A curadoria do evento continua nas mãos de Celso Freire. Ao fim do texto você confere o perfil de cada um deles

Todos os chefs servirão, em barraquinhas, pratos que mostram suas cozinhas em versões promocionais — preços entre R$ 10 e R$ 20. Como diferencial, estes preparos precisam seguir princípios da Gastronomia Responsável, apoiada pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, como utilização de ingredientes orgânicos, produtos regionais, não utilização de espécies ameaçadas de extinção e aproveitamento integral de alimentos.

 

 

Inovações

Como novidade, o evento terá neste ano uma degustação gratuita de cafés Melitta. Haverá ainda um espaço para que o público conheça e experimente a rica variedade de cervejas artesanais produzidas em Curitiba.Fãs de outros tipos de bebidas terão espaço para degustar vinhos, cachaças e drinques.

Também como novidade, o evento terá uma loja de utensílios para cozinha organizada pela Bergerson Presentes.

Para que os pais aproveitem o fim de semana ao lados dos filhos, o evento prepara novas atrações para as crianças. Haverá atividades culturais promovidas pelo site Muralzinho e ações do BuZum! — um ônibus transformado em sala de teatro com peças infantis.

O ingresso para o evento custa R$ 10 e pode ser adquirido antecipadamente pelo site do Festival de Teatro.

 

Confira o perfil dos chefs desta edição

Edinho Engel

É proprietário do restaurante Manacá (especializado em frutos do mar), no litoral paulista, e comanda a cozinha do Restaurante Amado, em Salvador (BA). Sua especialidade é comida legitimamente brasileira.


Kátia Barbosa

Chef e sócia dos célebres Aconchego Carioca (com unidades no Rio e em São Paulo) e Bar Comedoria (RJ), que apesar de recente faz muito sucesso. Sua especialidade são os petiscos descontraídos e saborosos.

 

Beth Beltrão

Chef e proprietária do Virada’s do Largo (MG), de cozinha regional — por anos foi eleito o melhor nesta categoria pelo Guia Quatro Rodas.

Wanderson Medeiros

Chef e proprietário do Restaurante Picui, em Maceió (AL), é um dos criadores e adeptos da Nova Cozinha Nordestina, um estilo gastronômico que procura dar sofisticações aos clássicos da culinária da região.

 

Laís Duo

Chef do restaurante Via Emilia Piadineria (SP), tem uma relação de infância com a Itália. Neta de italianos, passou dois anos naquele país, trabalhando nas cozinhas do Rataná e 10 Corso Como. No Brasil, trabalhou no restaurante Miya, com o chef Flávio Miyamura, até assumir o comando do projeto da família.

 

Rodrigo Martins

A lista de restaurantes pelo qual já passou é longa, desde o Bar do Chef, em Águas de São Pedro (SP), até o restaurante do chef Laurent Suaudeau, passando pelo Pomodori, que o projetou na gastronomia brasileira. Hoje, é chef-executivo da rede Vino!, que tem restaurantes em Curitiba (Terra Madre, C La Vie e Olivença Cozinha Ibérica), São Paulo e Londrina. Recentemente, assumiu parceria com a chef Manu Buffara no MB Mercearia Brasileira.

 

Bruno Cabral

Comanda a Mestre Queijeiro, uma mercearia em São Paulo que divulga os diferentes tipos de queijo brasileiro, aproxima produtores de consumidores e luta pela legalização desses produtos. Aliado a isso, não deixa de lado a atuação em restaurantes.

 

Ivo Lopes

Chef 5 Estrelas pelo Prêmio Bom Gourmet 2014, passou por Belém e consolidou sua carreira em São Paulo. Em Curitiba, comandou a cozinha do Terra Madre e, no ano passado, retornou a cidade para assumir o restaurante La Varenne Gastronomia. De tantas viagens, traz influências de todas as regiões do Brasil para as suas criações.

 

Ivan Lopes

Também Chef 5 Estrelas pelo Prêmio Bom Gourmet 2014, foi incentivado pelo irmão mais velho, Ivo Lopes, a se aventurar na cozinha. Passou pelo Rosmarinus Offici­ Nalis, em Visconde de Mauá (RJ). Trabalhou por anos no Terra Madre até chefiar o restaurante, do qual é sócio, o Mukeka Cozinha Brasileira.


Fonte: Bom Gourmet