11/11/2016 - Curitiba recebe Rodada de Negócios do Selo Alimentos do Paraná

Quarta etapa do circuito reuniu empresas detentoras do Selo e potenciais compradores, na capital paranaense, em 8 de novembro; Cascavel e Guarapuava sediam as últimas rodadas, nos dias 10 e 11 desde mês

A capital paranaense recebeu, nesta terça-feira, dia 8, a quarta etapa do Circuito de Rodadas de Negócios do Selo Alimentos do Paraná. No total, 19 empresas paranaenses com qualidade chancelada pelo Selo apresentaram seus produtos a 50 compradores curitibanos, na sede do Sebrae/PR. Nas outras três etapas, realizadas em Londrina, Maringá e Francisco Beltrão, foram cerca de 400 agendas. O Circuito inclui, ainda, rodadas em Cascavel, no dia 10, e Guarapuava, em 11 de novembro.

O objetivo das rodadas de negócios é colocar frente a frente as 80 empresas com o Selo Alimentos do Paraná e representantes de redes supermercadistas, mercearias, distribuidoras de alimentos, farmácias, hotéis, lojas de produtos naturais e academias, a fim de gerar novos negócios. A ação de mercado é parte integrante dos benefícios do Programa Selo Alimentos do Paraná, promovido pelo Sebrae/PR, tendo como comitê gestor a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Federação do Comércio de Bens e Serviços do Paraná (Fecomércio PR), Associação Paranaense de Supermercados (Apras) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR).

Gerente regional do Sebrae/PR, José Ricardo Castelo Campos recorda que o Programa cria um diferencial para as empresas participantes, agregando valor aos produtos, por meio do Selo. “O objetivo é que esses negócios se diferenciem no mercado e o Paraná se destaque nacionalmente na questão dos alimentos”, reforça.

A consultora do Sebrae/PR Maria Isabel Guimarães, que acompanha as 23 empresas com o Selo na região de Curitiba, pontua que a capital é um forte mercado comprador e que as empresas participantes do Programa são preparadas para alcançar os melhores mercados, inclusive o internacional. “Hoje, existe uma busca por produtos gourmet ou premium, além da tendência da alimentação ‘quilômetro zero’ (incentivo sustentável ao consumo de produtos locais). Ações como essas Rodadas deNegócios itinerantes dão abertura ao mercado e são fundamentais para apresentar essas tendências ao mercado comprador”, afirma.

Os Biscoitos Kerber, produzidos sem glúten, lactose e gordura trans, pelo casal Silvério Jacob Kerber e Cynthia Yokohama, em Umuarama, no noroeste do Estado, estavam entre os produtos apresentados na rodada em Curitiba. A empresa, que tem seis anos de vida e conta com um funcionário, produz mensalmente 10 mil caixas de biscoitos doces e salgados.

“Temos o Selo há dois anos e nos ajudou muito a estar em dia com a manipulação dos alimentos, porque quem trabalha com isso precisa levar a sério. O comércio está começando a conhecer o Selo. Já estamos em grandes redes e temos distribuidoras em Curitiba, Porto Alegre e Belém. E essas ações de mercado são muito boas, porque quem não é visto não é lembrado”, ressalta Jacob.

Há mais de 20 anos no mercado, o Laticínio Santa Inez, de Planalto, no sudoeste paranaense, já comercializa seus produtos para clientes do Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. Ainda assim, a empresa carecia de trabalhar mais a marca no mercado. “O Sebrae, por meio do Selo, veio dar essa chancela à marca, atestar nossa qualidade e credibilidade. Participamos de uma feira e das rodadas de negócios, e tem sido uma experiência positiva, estamos tendo ótimos feedbacks”, conta Luciana Scherer.

O Selo

Cerca de 600 micro e pequenas empresas paranaenses já participaram do Programa Alimentos do Paraná. Para conquistar o Selo, é necessário alcançar, pelo menos, 80% de conformidade nos itens da metodologia baseada na legislação sanitária vigente e 50 pontos ou mais no Modelo de Excelência da Gestão (MEG), da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). A validação do processo é feita pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), a cada 12 meses.

Para participar do Circuito, as empresas do Selo se candidataram em um edital aberto pelo Sebrae/PR, respondendo a um questionário sobre interesses e localidades. As ações de prospecção de mercado do Selo neste ano incluíram estandes na feira Fispal Food Service, em São Paulo, a mais importante do setor na América Latina, e no 26º Encontro Nacional da Abrasel, realizado em Curitiba, em junho.
Também foi desenvolvido um catálogo de fornecedores, disponível gratuitamente para download no portal do Sebrae/PR. O catálogo traz os negócios atestados com o Selo, divididos nas categorias Alimentos Prontos e Pré-Prontos, Bebidas, Origem Animal e Origem Vegetal.

Sobre o Sebrae/PR

O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é, para quem já é ou quer ser empresário, a melhor opção para obter informação e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae é a instituição que mais entende de pequenos negócios, no campo e na cidade, e possui a maior rede de atendimento do País. No Paraná, conta com 6 regionais e 13 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios por meio de Pontos de Atendimento, Salas do Empreendedor e parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos e programas, soluções com foco em ambiente de negócios; educação empreendedora; empreendedorismo e gestão; empresas de alto potencial e potencialização; liderança; e startups.

Fonte: Max Press Net