pr.abra

A quarentena promoveu uma mudança significativa no modo de consumo da gastronomia e, uma das consequências do isolamento social, foi o aumento significativo nos pedidos de pratos de restaurantes feitos por meio de aplicativos. Em meio a esta tendência, Curitiba acaba de ganhar uma nova opção desta modalidade de delivery, que traz mais vantagens para os restaurantes e, consequentemente, aos consumidores. É o Vina, uma referência ao jeito do curitibano chamar a salsicha do cachorro-quente!

Desde a sua estreia ao grande público, em meados de junho, mais de 100 estabelecimentos já aderiram à plataforma, que está dividida em dez categorias, de acordo com o tipo de comida disponível em cada um deles: pizzas, hambúrgueres, massas, japonesa, saladas, fitness, doces, salgados e cafés.

De acordo com o CEO do Vina, Juliano Haus, a isenção de taxas para os restaurantes, até 1º de setembro, permite que os pratos tenham redução de valor para o consumidor. "Alguns aplicativos cobram até 27% a cada pedido, o que torna inevitável subir os preços dos pratos para compensar as perdas. No Vina, a maioria oferece valores mais atrativos", explica.
Em uma conta simples e hipotética, um prato que tenha um custo de R$ 40 para o restaurante, com os 27% sobre o valor, o preço final acabaria ficando em torno de R$ 54.

No aplicativo curitibano, depois do período de gratuidade nas taxas para os restaurantes, o aplicativo passará a cobrar R$ 1 dos estabelecimentos a cada pedido. A iniciativa faz parte de uma ação em parceria com a prefeitura de Curitiba em prol do setor de foodservice da cidade. O Vina também tem apoio do Bom Gourmet, Abrasel-PR, Abrabar, Agência Curitiba e Vale do Pinhão.

O Vina pode ser acessado tanto via aplicativo, quanto pelo site www.vaidevina.com.br. A principal vantagem do acesso direto ao site é que o cliente não precisa baixar o aplicativo e economiza espaço no celular.

Como funciona

O Vina (www.vaidevina.com.br) funciona como uma página na internet, quando acessada de computadores e como aplicativo quando acessado pelo celular. O usuário que for fazer o pedido não precisa baixar o app se não quiser, basta acessar o link diretamente do seu navegador. Caso prefira, há a opção de salvar um ícone do Vina na área de trabalho do celular, sem ocupar espaço de memória do aparelho. Se o consumidor preferir, também pode baixar o aplicativo disponível por enquanto somente para Android.

Entregas

Para as entrega dos pedidos, o Vina tem parceria com a Play Delivery, plataforma que conecta entregadores aos restaurantes. Após aceitar o pedido, o estabelecimento solicita o entregador na hora que achar conveniente. Os custos são R$ 8 para os primeiros 4 km e mais R$ 1,30 por km adicional. Caso seja necessário o retorno do motoboy para o restaurante, há uma taxa de 30% do valor da corrida.

Os restaurantes poderão definir o raio de entrega e o custo do delivery para cada distância, de acordo como considerar satisfatório. O valor da corrida é cobrado do cliente já no pagamento do pedido. O faturamento das entregas será enviado diretamente aos estabelecimentos semanalmente por boleto bancário.

Repasse das vendas

O dinheiro cairá em conta corrente indicada pelo estabelecimento em D+30. Para antecipações será cobrada taxa de 1,5%. O Vina aceita as bandeiras de débito Elo, Aura, Banescard, DinnersClub, Discover, Hipercard, Hiper, JCB, Maestro, Visa Electron. De crédito são aceitas as bandeiras MasterCard, Visa, Elo, American Express, Aura, Banescard, DinnersClub, Discover, Hipercard, Hiper, JCB.

Quer se cadastrar?

O estabelecimento deverá fazer seu cadastro por aqui. Assim que concluir a etapa, o restaurante ou similar entra em uma fila de implantação. Uma equipe do Vina fará a verificação do restaurante e a configuração da loja com o cadastro de produtos. Depois os estabelecimentos recebem um treinamento sobre a plataforma, antes de começar a utilizar efetivamente o serviço.


Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/food-service/vina-aplicativo-de-delivery-curitiba/?ref=veja-tambem

Comentários